Como poupar na Conta Corrente do Condomínio

Como poupar na Conta corrente do Condomínio

Como poupar na Conta corrente do Condomínio

A conta corrente do condomínio é uma exigência indispensável para fazer fase a todos os recebidos e gastos do condomínio.

Se está pensar em formalizar o condomínio atualmente e precisa saber os preços do mercado ou porque o condomínio já possui uma conta, poderá comparar com as despesas bancárias que seu condomínio possui atualmente e colocar a hipótese de mudar de banco.

O montante mínimo para a abertura de conta pode ser um entrave, por esse motivo a variação do mercado tão flexível. A conta bancária possui custos fixos, são os custos manutenção da conta, bem como, custos variáveis, são os custos das transferências bancárias efetuadas ao longo ao ano.

Analisámos as condições de 5 instituições bancárias tradicionais para a abertura de conta corrente para o condomínio. A disponibilidade do montante para a abertura de conta é o primeiro requisito a ser levado em atenção, os outros requisitos como o valor da manutenção da conta e os canais de transferências com menor custo e mais flexíveis para a gestão da conta.

conta a ordem condomínio 1

Informação retirada dos relatórios enviados para o sítio de consulta do Banco de Portugal.

Os custos das transferências podem ser um fator de peso no resultado da rubrica de despesas bancárias que podem ser cortados. O ideal é escolher as condições que permitam fazer transferências sem custos, eliminando os custos variáveis das despesas bancárias.

O canal mais importante para o pagamento dos gastos do condomínio, como para qualquer empresa atualmente, é sem dúvida a internet banking pela flexibilidade, custos e tempo.

No cenário que se segue consideramos um total de 100 transferências anuais, sendo que 24 transferências são interbancárias e 76 transferências são  interbancárias. 

Por favor, siga-nos ou deixe seu like:
 

Deixe seu comentário